UM BLOG COLABORATIVO


A Bratislava em geral é destino de visitas rápidas, feitas por turistas baseadas em Viena (na outra margem do Danúbio). Mas quem opta por se instalar na cidade, além de gastar menos com hospedagem e alimentação ainda pode aproveitar para visitar alguns dos castelos da Eslováquia, que possui dezenas deles, e ainda conhecer um pouco da História do império turco-otomano.

Essas visitas podem tanto ser feitas em tours comprados em agências da cidade como por conta própria. O aluguel de carro ali não é caro (pagamos 70 dólares por duas diárias) e as estradas, sem pedágio, são bem conservadas e sinalizadas. Aqui, indicamos três castelos (ou ruínas de antigos castelos) muito bacanas para quem tiver um tempinho e quiser explorar a área.

1. Castelo de Čachtice

O apelo desse local é ter sido o lar de uma das primeiras serial killers que se tem notícia na história. Na cidade de Čachtice, o castelo, hoje apenas algumas ruínas, foi uma das casas da condessa Erzsébet Báthory (a chamaremos de Bete, para simplificar), conhecida como A Condessa Drácula.

O castelo foi construído no século 13, mas as histórias que até hoje lhe rendem fama aconteceram no século 16, quando a condessa se casou com Ferenc Nádasdy. O local, aliás, foi seu presente de casamento.

Diz a história _ou a lenda_ que Bete, na ânsia de ter a juventude eterna, matou mais de 650 mulheres. Eram donzelas de vilarejos da região, que eram atraídas ao castelo com a promessa de trabalho. Bete foi julgada pelos crimes, assim como alguns dos servos, acusados de a ajudarem. Esses ajudantes foram condenados e executados, mas até naquela época os poderosos eram poupados. Como executá-la seria um escândalo, ela foi condenada a prisão domiciliar, o que correspondia a ficar presa em um local com portas e janelas vedadas. Ela era alimentada por algumas aberturas. Isso durou cinco anos, até que Bete acabou morrendo aos 54 anos.

Mas matar não bastava, no julgamento da condessa choveram depoimentos de como ela torturava suas vítimas. Parece que as práticas sadistas já eram um jogo copartilhado com o marido, mas foi mesmo depois da morte dele que tudo piorou. Uma das práticas era jogar as meninas nuas na neve (imagina o inverno na Eslováquia) e então jogar água sobre elas, deixando-as morrer ali congeladas. Há ainda relatos da tortura de adolescentes com pinças de ferro, de jogá-las em água fervente e muitos outros.

Muitos dos crimes teriam sido cometidos em rituais e túneis sob o castelo, e um ainda existe e é aberta a visitação. É preciso ter estômago, pois a atmosfera ali é bem densa.

Mas, como todo mundo tem direito a defesa, essa história também tem um outro lado. O julgamento de Bete foi um show na época. Ela era superpoderosa e mulher, e diversos outros membros da monarquia, que estariam no poder se ela não estivesse (muitos da família do marido dela) apareceram para testemunhar. Por isso, alguns hitoriadores ainda apontam esse porém e estudam se ela não teria sido vítima de uma conspiração para tirá-la do poder.

Como chegar

Čachtice fica a cerca de 100 km da Bratislava, o que dá uma viagem de cerca de 1h30. Ao chegar lá, há um estacionamento pago (1 euro) e, após parar o carro, é preciso andar cerca de 1km em uma ladeira para finalmente chegar às ruínas do castelo. A entrada custa € 2,50.


2. Castelo de Nitra

A antiguidade do castelo e sua representatividade para o Cristianismo são o forte deste castelo, localizado no topo de um morro no centro velho da cidade de Nitra.

A história de sua contrução tem os primeiros registros no ano de 871. E, em 880, a cidade se tornou o centro do recém-fundado Bispado de Nitra.

Há muitas referências ao bispado também no século 12, quando o castelo era um dos maiores da Hungria medieval, em uma área de mais de 8 hectares. Ele abrigava funções militares e eclesiásticas, e era um refúgio para o povo em épocas de guerra.

O local já passou por diversas reformas e reconstruções. A visita ali inclui, além do castelo em si, a Diocese de Nitra, com a Catedral de St. Emeram. O papa João Paulo II visitou o local em 1995, e podemos ver uma grande estátua sua no terraço externo. Além disso, desperta interesse uma grande escultura da Santa Ceia em Madeira, em tamanho real (não consegui descobrir o artista que a esculpiu).

Também há um museu que reúne divesos manuscritos e pergaminhos que remontam ao início do catolicismo.

Como chegar

Nitra fica a cerca de 75 km da Brastislava. Dá cerca de 1 hora na viagem de carro. A visita não leva mais de uma hora, então dá para aproveitar e passar em Čachtice, que fica na mesma rota, ou na cidade de Travna (que reúne diversas igrejas, falaremos dela em outro post). A entrada em Nitra, com acesso a todos os edifícios da área do castelo, custa € 2,00.

3. Castelo da Bratislava

Uma vez na Bratislava, é imprescindível visitar uma de suas principais atrações, o castelo da cidade.

O local foi construído no século 10 sobre a maior colina da cidade, voltado ao rio Danúbio. Hoje, é a residência oficial do presidente.

Das visitas recomendadas, porém, considero essa a menos interessante. Apesar de termos acesso a um castelo inteirinho, preservado, nada é real. Como ele foi muito deteriorado ao longo doas anos, e destruído por guerras e batalhas, passou por diversas reconstruções e remodelações. Até aí, tudo bem, já que muitos castelos muito antigos passaram por isso. Só que nesse caso a última restauração ocorreu há poucos anos.

Além disso, é o mais caro. A entrada custa a fortuna de 10 euros!

O jardim do castelo é interessante, inspirado no de Versalhes, e a vista que temos da cidade também é maravilhosa. Dentro do castelo há exposições temporárias (quando fui era uma bem interessante, sobre a educação na Tchecoeslováquia) e, no último andar, há uma boa mostra de fotos e pinturas do castelo feitas em diversas épocas.

Quem tiver fôlego ainda pode subir três lances de escada a mais para alcançar umo alto de uma das torres, com vista em 360º da cidade. Vale a pena (e ainda descer por pequenas passagens para observar coroas e outros pequenos tesouros da história do país)

Como chegar

O castelo fica no centro da cidade. Para quem for de carro, há um estacionamento pago que fica no subsolo do castelo, com acesso por elevador até a área externa. A entrada custa € 10.

Planeje sua viagem à Bratislava agora
Passagens aéreas saindo de
Passagens aéreas até 30% mais baratas Encontre sua promo ⇾

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *